Couro: você sabe a diferença entre couro sintético e couro ecológico? Qual a melhor opção?


Gosta de couro mas não é a favor da utilização de pele de animais? Existe a opção do couro sintético, mas será que é a melhor opção? E o couro ecológico ? Será que realmente é ecologicamente correto?

Olá minhas meninas Conscientemente Chics, o friozinho já está aí e o couro chega com tudo trazendo muitas cores ( verde nas saias e muito branco e vermelho nas botas). Mas é na hora da compra , você sabe qual a melhor opção?

As diferenças entre couro ecológico e o sintético podem se confundir com o couro legitimo que por lei só pode ser chamado assim aquele que é oriundo de pele animal.




O couro legitimo é o produto oriundo exclusivamente de pele animal curtida por qualquer processo, constituído essencialmente de derme.



Tem se a ideia de que o couro é um produto natural, biodegradável e menos impactante ao meio ambiente mas o uso de químicas durante o curtimento pode afetar e muito o meio ambiente. Muitos curtumes despejam os resíduos químicos direto em água corrente ele passa por um extenso processo químico extremamente poluente.

Arsênico, cromo e outros metais pesados são usados para transformar uma pele que apodreceria em poucas dias em um “material durável”.

Couro sintético

A opção sintética não se enquadra como ecológica, pois é feita de PVC, derivado do petróleo.

É completamente fabricado dentro de uma indústria a partir de materiais sintetizados em laboratório. Nesse tipo de tecido é usado 70% de policloreto vinílico, 25 de poliéster e apenas 5% de poliuretano. Como se pode ver, na sua preparação existem derivados do petróleo e isso faz com que muita gente não utilize esse tipo de material. É justamente esse último que dá o visual na textura que enche os nossos olhos nos fazendo comprar o produto.


Couro ecológico

O couro ecológico utiliza menos poluentes, evita uso de metais pesados e economiza mais água em sua produção.

Muita gente, se não a maioria, deve pensar que o couro ecológico não leva couro de animal, pois engana-se. Ele usa o couro animal de qualquer maneira, a diferença está no momento do curtimento do tecido, que não leva materiais pesados e assim não prejudica o meio ambiente eliminando poluentes na natureza.



Uma ótima opção é apostar no couro vegetal que aplica práticas de origem indígena e é feito de maneira sustentável utilizando a borracha. Além disso, gera trabalho e aumento da renda para os seringueiros da floresta amazônica, que já tomam cuidado para preservar água e eletricidade durante a produção.


Já conhecia essas diferenças?Agora você já tem conhecimento para fazer sua escolha de forma consciente e usa-las lindamente nesse inverno.


Um grande beijo no coração.